Nas vésperas do feriado de 7 de Setembro, a Adriana e eu decidimos ir acampar de supetão. Não havíamos planejado nada, mas achamos por bem não perder um feriado ficando dentro de casa. Afinal, já são vários meses que estamos passando praticamente o tempo todo trancafiados por causa dessa pandemia. Então, decidimos que era hora de nos isolarmos em outro lugar e uma barraca nos pareceu o lugar ideal para isso.

Continue reading “Acampando com a Eva”

Fazia muito tempo que um amigo falava da Volta dos 80, um trecho circular que sai e volta de Itamonte, MG, passando pela área do Parque Nacional do Itatiaia. Depois de muitas enrolações e promessas furadas de última hora, conseguimos marcar uma data! Apesar de muita gente dizer que iria participar desse passeio, a maioria desistiu na véspera por causa de uma improvável chuva.

Enfim, apenas os mineiros encararam o desafio! Mantivemos o passeio apesar das previsões pouco confiáveis do Google! Marcamos o ponto de encontro no posto em São Lourenço, onde encontrei com o pessoal que mora nesta cidade. Arrumei um parceiro que iria encarar o asfalto até a Garganta do Registro, ponto onde deixaríamos a rodovia e para pegar a estradinha para o Parque do Itatiaia.

Formamos um grupo bem eclético: uma R1200 triple black, uma Tiger Explorer XCx (linda moto), uma Himalayan (a gloriosa Eva), uma Africa Twin (enfim alguém com essa moto no grupo) e uma XT1200, a famosa mas rara Super Ténéré. 

Continue reading “Eva na Volta dos 80”

Outro causo da Eva. Numa dessas sextas-feiras se quarentena, eu resolvi dar uma escapada e ir visitar uma plantação de mandioca.

Fiquei lá até o sol se por e voltei para a casa já escurecendo.

Entro na primeira rua da cidade e estava distraído quando eu vi uma cobra no meio da rua.

Desviei para a esquerda, para não atropelá-la, e quando estava do lado dela, a cobra deu um bote que pegou no escapamento da moto. Quase pegou no meu pé. Dá uma olhada na marca que ficou na proteção do escapamento!

Continue reading “Sustos com a Eva”