Por Daniel Fernandes

Sobre a interceptor 650, é de longe a moto mais divertida que já tive, e a mais divertida que pilotei até hoje, neste meus 10 anos de motociclismo! Torque empolgante, responde muito rápido, torque fantástico, em ultrapassagens engarupado, na Rodovia Bandeirantes a moto chegou aos seus 140Km/h em um piscar de olhos, proporcionando segurança para ultrapassagens em um trecho que trafegavam muitos caminhões, alguns em alta velocidade.

Sobre viagens com ela, achei que pelos relatos do banco seria muito pior, porém me surpreendeu. O banco é bom? NÃO! Mas é melhor que o banco da Tenere hehe, minha antiga moto. Fiz trechos de 300Km bate e volta sem problemas. Não fiquei quebrado, começo a sentir a dor somente ao chegar em casa, mas nada insuportável, apenas um incômodo. Faço pausas para esticar o corpo e tomar uma água a cada 100/150Km. Para trechos acima desta quilometragem aconselho a ir para dormir no local, pois um passeio de 500Km pra cima vai judiar, principalmente a garupa. Alternativa é sair muito cedo e voltar bem tarde, porém vai sentir o cansaço do dia.

Posição de pilotagem estou achando muito boa. Minha antiga moto, a Tenere, me dava dor no pescoço, pela posição de pilotagem. Mesmo assim fiquei 5 dias na estrada, indo de SP até Luminárias, passando por São Thomé das Letras com ela. Essa dor não tenho sentido na Interceptor, mesmo fazendo mais “força” para “segurar a garupa” em descidas íngremes, ou passeios mais longos.

Ainda não fiz grandes viagens com a interceptor, como gostaria, mas as experiências tem sido muito boas e agradáveis. Geralmente faço tiros curtos de 200 a 300Km no dia, em rodovias movimentadas e rodovias menores como as do interior de SP, sentido Serra Negra.

No geral a Interceptor é excelente e recomendo a todos. Pilotagem e força são muito empolgantes, e a segurança que ela te passa é muito legal, recomendo demais a moto!

Fica aqui um relato de um proprietário de Royal Enfield que está muito satisfeito.

por José Maurício

Algumas fotos dessa viagem de 8400 km pela Argentina e Chile em 2018. Como gosto de estrada de montanha, meu objetivo principal era conhecer três “pasos” da cordilheira pelos quais eu ainda não havia passado nas viagens anteriores. “Pasos” são as passagens entre as montanhas, geralmente onde construíram as estradas e controles de fronteira entre os países.

O asfaltamento do “Paso de Jama” em 2003, que dá acesso a San Pedro de Atacama facilitou e incentivou mais viagens de aventura na região norte da Argentina e Chile. Mas ainda existem várias passagens de terra, em locais bem ermos, visitadas por quem aprecia bons desafios!

Para esta viagem, meus objetivos eram:
Paso de Sico: Ainda todo de terra e localizado um pouco mais ao sul do Paso de Jama (asfaltado), é a opção aventureira para quem vai ao Atacama. Passa por vários parques nacionais e atinge 4500m de altitude.
Paso de Pircas Negras: este tem muito rípio ainda e dos bravos, é uma rota histórica para os dois países. Atinge 4100m de altitude.
Paso de San Francisco: considerado por muitos viajantes como tendo as mais belas paisagens de todos os “Pasos”. A rota atinge 4700m de altitude e passa próxima de três vulcões gigantescos. Hoje está 100% asfaltado no Chile e Argentina, mas em 2018 o Chile era só terra, areia e pedra.

A Royal Enfield Bullet 500 se comportou bem durante toda a viagem, em especial nas grandes altitudes, onde ela foi realmente surpreendente perdendo pouquíssima potência no ar rarefeito. Um dos marcos desta viagem foi a passada por ABRA DEL ACAY, o ponto mais elevado da RUTA 40 na Argentina, com 4900m de altitude.

Enfim, uma viagem sensacional que recomendo a todos!

 

 

Iniciada em São Paulo pelo Carlão Azeitona em 2019, a Ação Social 3456 tem objetivo de reunir os participantes e apoiar instituições e entidades de assistência comunitária. O nome 3456 reflete as cilindradas dos modelos Royal Enfield (350, 411, 500 e 650).

O calendário planejado é de 4 eventos por ano. Desde seu início em 2019 já foram realizadas várias edições, levando alimentos e apoio para quem precisa!

Não fique fora da próxima! Participe, é super-fácil! Fique ligado na programação pelo instagram do Royal Riders SP, ou entre em contato com royalriderssp@gmail.com

No vídeo abaixo, Carlão explica tudo sobre a Ação Social 3456!